Painel Principal  :  Notícias (Histórico)  :  Start Up da FCTUC...
Notícias - Histórico
 
  Aceleradora   Bolsas & Empregos IPN   Formação  
  Geral   Incentivos   Incubadora   Laboratórios de I&DT   Notas de Imprensa   Prémios   Transf. Tecnologia e PI  
 
Start Up da FCTUC desenvolve tecnologia para tornar pesquisa mais inteligente
 
A Reusable IT, uma Start Up constituída por investigadores da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), desenvolveu um novo motor de pesquisa, o Semantic Box.

A Reusable IT, uma Start Up constituída por investigadores da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), desenvolveu um novo motor de pesquisa, o Semantic Box. Esta “caixa inteligente” permite encontrar informação de uma forma mais eficiente e rápida, criando um novo paradigma de pesquisa.

Trata-se de um motor de pesquisa para ambientes empresariais que consegue interpretar as palavras, concedendo ao computador a capacidade de fornecer informação mais clara e dirigida às necessidades do utilizador. Para se perceber melhor o que distingue esta nova tecnologia dos actuais motores de pesquisa como o Google, Yahoo ou outros, o investigador da FCTUC e CEO da Reusable IT, Paulo Gomes explica que “os actuais motores actuam às cegas. A pesquisa é feita apenas por símbolos, não utilizando o significado (semântica) associado a esse símbolo. Isto porque os sistemas não têm inteligência para compreender a informação e fazer uma triagem de forma a apresentar os resultados adequados às questões colocadas pelo utilizador”.

O que o Semantic Box faz é “uma análise da pergunta do utilizador, atribuindo um significado às palavras da pesquisa. Com base nos significados consegue encontrar a informação mais relevante para a pesquisa do utilizador”, acrescenta Paulo Gomes, que há mais de uma década investiga na área da Web Semântica.

Ao ter a capacidade de atribuir semântica às palavras, esta nova tecnologia apresenta imensas possibilidades, nomeadamente para “aumentar a produtividade, ou reorganizar a informação em grandes instituições públicas e privadas” onde, muitas vezes, “para se conseguir uma simples informação é necessário percorrer inúmeros labirintos informáticos. Por exemplo, estudos internacionais revelam que um colaborador de uma empresa gasta em média 30 por cento do seu tempo só a fazer pesquisas para encontrar a informação de que necessita para desenvolver o seu trabalho”, ilustra o também docente da FCTUC.

Outra mais valia do Semantic Box, desenvolvido em Coimbra, é a sua capacidade para ter em conta o contexto, tanto do utilizador como da sequência de pesquisa, permitindo fazer pesquisas mais precisas e evitando que o utilizador repita informação já fornecida ao motor de pesquisa. Este produto é bastante flexível integrando-se facilmente em sistemas já existentes no mercado.
 
Inserido em 24-05-2010
Temas relacionados <Incubadora