Painel Principal  :  Notícias (Histórico)  :  IPN participa em ...
Notícias - Histórico
 
  Notas de Imprensa   Prémios   Transf. Tecnologia e PI  
  Aceleradora   Bolsas & Empregos IPN   Formação   Geral   Incentivos   Incubadora   Laboratórios de I&DT  
 
IPN participa em Programa Europeu de Intercâmbio para Empreendedores com 1800 empresários
 
Um ano depois do lançamento do programa de mobilidade “Erasmus para Jovens Empreendedores”, mais de 1800 futuros ou experientes empresários de toda a União Europeia e nos mais variados sectores empresariais foram incentivados a participar.
Dessas 1800 aplicações, mais de 1300 foram aprovadas e 60 intercâmbios foram concluídos com sucesso. Se esta tendência se mantiver, 500 candidaturas estarão completas até Junho de 2010.

Itália, conjuntamente com Espanha, suportam a maior parte das candidaturas (46%), sendo que o Reino Unido é o destino mais requisitado. Por sua vez, os sectores de actividade mais activos são as ligadas à área da comunicação/media (16%), as tecnologias de informação (10%) e a educação (9%). Geralmente, a duração destas estadias é de 2 a 3 meses.

No que se refere à participação da IPN-Incubadora, esta já apoiou dezoito Empreendedores, entre futuros e experientes. Foram recebidos e acompanhados quatro futuros empresários em Portugal, oriundos de outros países do espaço europeu, e apoiou a ida de dois empresários para outro país da União Europeia.

Um exemplo de uma relação/estágio de sucesso é a do jovem futuro empresário Marco Cordeiro, que se encontra neste momento em Alteguera, Espanha, a estagiar junto do Empresário Jose António Baron Jimenez. Neste caso, o jovem pretende vir a constituir uma empresa na área dos serviços desportivos, nomeadamente um ginásio.

Outro exemplo de uma relação concluída com sucesso é a que juntou o empresário Português Ricardo Patrício (sócio da Active Space Technologies, empresa Incubada Fisicamente na IPN-Incubadora) com o jovem empreendedor Espanhol Giovanni Lemes. Este, no final do estágio, referiu que “a experiência do Programa Erasmus para Jovens Empreendedores permitiu-me melhorar competências específicas. Realço as actividades que me forneceram competências básicas de gestão de empresas tecnológicas. No seio da orgânica da empresa receptora estudei a sua organização, o sistema de comunicação entre os diferentes colaboradores e os gerentes e como a empresa incentiva os fluxos de informação. Quanto à gestão de pessoal analisei o perfil dos colaboradores e o sistema de selecção de acordo com o desenvolvimento do negócio.”

Joana Drake, Directora da Comissão para a Promoção de Competitividade das Pequenas e Médias Empresas, da Unidade de Empresas e Indústrias na Comissão Europeia, diz “Estamos confiantes que com o resultado do programa Erasmus para Novos Empresários. Novas empresas estão a ser criadas, e o programa vai levar as acções das pequenas e médias empresas até aos seus limites: elas serão mais internacionais, mais criativas, mais dinâmicas e mais inovadoras.”

Bem Butters, Director dos Assuntos Europeus na EUROCHAMBRES – na qualidade de representante do Gabinete de Apoio para o programa – acrescenta “ O feedback dos empresários pioneiros envolvidos nos primeiros intercâmbios confirma os benefícios, quer para os novos quer para os empresários anfitriões, com a oportunidade de futuras colaborações e uma nova perspectiva sobre as suas actividades já existentes ou em futuras empresas. "

Sobre o programa de Erasmus Para Novos Empreendedores
O programa permite aos novos empresários – alguém que planeia efectivamente criar a sua própria empresa ou que já iniciaram a sua actividade nos últimos três anos – a familiarização com a gestão de uma pequena ou média empresa, estando em contacto e aprendendo com a experiência de um empreendedor anfitrião num outro Estado Membro. Por outro lado, o empreendedor anfitrião pode beneficiar do dinamismo e inovação de um novo parceiro para abrir potenciais oportunidades em novos mercados.


Programa alargado até Junho de 2011
Devido ao sucesso da primeira fase do programa, o Erasmus para Novos Empreendedores foi alargado até Junho de 2011. Deste modo, quer os novos empresários quer os anfitriões que desejem aceder ao programa ainda podem fazê-lo e organizar a sua estadia até esta data através da sua Organização Intermediária. A lista completa de organizações intermediárias – que agora também inclui a Republica Checa, a Dinamarca, Letónia, a Holanda e a Eslovénia – tal como outra informação necessária sobre o programa está disponível em www.erasmus-entrepreneurs.eu.

Quem pode participar?
Podem participar tanto os novos empreendedores como os empreendedores experientes. Entende-se por «novos empreendedores» os que planeiam efectivamente criar a sua própria empresa ou que já iniciaram a sua actividade nos últimos três anos. Os empreendedores experientes devem ser proprietários ou gerir uma PME na União Europeia.

Como funciona?
A correspondência entre novos empreendedores e empresários de acolhimento é determinada com o auxílio de organizações intermediárias. Em Portugal, a Incubadora do Instituto Pedro Nunes é uma das organizações intermediárias.

O que proporciona?
O Erasmus para jovens empreendedores oferece aos novos empreendedores a oportunidade de adquirirem conhecimentos junto de um empreendedor experiente, que seja responsável por uma pequena ou média empresa (PME) noutro país da UE; facilita o acesso a novos mercados e a busca de parceiros comerciais potenciais; promove a criação de redes entre empresários e PME's; permite a empreendedores experientes desenvolver novas relações comerciais e conhecer melhor as oportunidades oferecidas pelos outros países da UE.

Para mais informações:
Erasmus para Jovens Empreendedores
c/o IPN-Incubadora
Rua Pedro Nunes, 3030-199 Coimbra
Tel: +351 239 700 300 • Fax: +351 239 700 391
erasmus.empreendedores@ipn-Incubadora.pt
www.erasmus-entrepreneurs.eu
 
Inserido em 02-03-2010
Temas relacionados <Formação>  <Geral>  <Incentivos>  <Incubadora>  <Notas de Imprensa