Painel Principal  :  Notícias (Histórico)  :  IPN participa em ...
Notícias - Histórico
 
  Aceleradora   Bolsas & Empregos IPN   Formação  
  Geral   Incentivos   Incubadora   Laboratórios de I&DT   Notas de Imprensa   Prémios   Transf. Tecnologia e PI  
 
IPN participa em projecto que promete revolucionar o sector das Pescas.
 
O Instituto Pedro Nunes (IPN), através do seu laboratório de Ensaios e Desgaste & Materiais, participa num projecto europeu que se afigura como absolutamente inovador no sector das Pescas. A tecnologia em causa permite aumentar a segurança e eficiência na actividade Piscatória, ao mesmo tempo que reduz os efeitos ambientais dessa mesma actividade.

As PME’s Europeias do Sector das Pescas estão sob crescente pressão para aumentar a sua eficiência produtiva, devido ao aumento do preço de petróleo e também à legislação Europeia de protecção ambiental cada vez mais exigente. O sector das pescas representa um papel importante na economia europeia, produzindo mais de 7.3 milhões de toneladas de pescado e empregando mais de 450.000 trabalhadores. Em termos mundiais, a União Europeia é o segundo maior produtor, com uma quota de mercado de 5%. Por outro lado, sabe-se que 22.2% do pescado é inutilizado durante as operações e que o excesso de peso nas redes de pesca faz disparar o custo com o petróleo. É para fazer face a estes factores de ineficiência da indústria que a tecnologia desenvolvida pelo projecto SmartCatch irá contribuir significativamente. Através de um sistema inteligente de monitorização do nível de pressão nas redes de pesca, irá ser possível detectar danos e excessos de carga, bem como monitorizar e detectar o desgaste prematuro e a consequente danificação das amarrações das gaiolas de pesca.

O sistema é prometedor, uma vez que reduz em 75% os custos resultantes de redes de pesca danificadas e o consumo de petróleo associado ao excesso de carga das redes. De facto, este projecto é um bom exemplo de que é possível conciliar objectivos económicos e ambientais, aumentando a eficiência da indústria de pesca ao mesmo tempo que reduzimos o impacto ambiental desta mesma actividade.
O IPN terá um papel decisivo na caracterização das propriedades das ligas de metálicas de memória de forma a utilizar, particularmente no seu comportamento em ambiente marítimo, áreas onde o laboratório de Ensaios e Desgaste & Materiais possui experiência e know-how.

O projecto SmartCatch tem um orçamento global de 2 milhões e meio de euros e conta com um financiamento de cerca de 2 milhões de euros proporcionados pelo 7º Programa Quadro de I&DT – Investigação para Associações de PME. Esta linha de acção do 7º Programa Quadro visa apoiar as Associações de PME no desenvolvimento de soluções técnicas para problemas comuns a um elevado número de PME de um determinado sector ou segmento industrial.
O consórcio do projecto é liderado por 3 Associações de PME’s do sector das Pescas provenientes da Escócia (SWFPA), da Noruega (NSS) e da Alemanha (Fischverband). Integram também o consórcio várias PME’s oriundas do Reino Unido (Webste & Horsfall e Denebula), da Itália (Refamed) e da Noruega (Saloy). Finalmente, são igualmente membros do consórcio entidades de Investigação & Desenvolvimento do Reino Unido (HERI), da Noruega (TI), da Polónia (GUT) e de Portugal (Instituto Pedro Nunes).

Para mais informações contactar:
João Paulo Dias
Laboratório de Ensaios e Desgaste & Materiais
Tel. 239 700 962 / FAX: 239 700 965
jpdias@ipn.pt
 
Inserido em 13-11-2008
Temas relacionados <Geral>  <Incentivos