Painel Principal  :  Notícias (Histórico)  :  Instituto Pedro N...
Notícias - Histórico
 
  Aceleradora   Bolsas & Empregos IPN   Formação  
  Geral   Incentivos   Incubadora   Laboratórios de I&DT   Notas de Imprensa   Prémios   Transf. Tecnologia e PI  
 
Instituto Pedro Nunes elabora manual para estimular utilização das Tecnologias da Informação em organizações sem fins lucrativos
 
O Instituto Pedro Nunes (IPN), de Coimbra, desenvolveu um manual para ajudar as organizações sem fins lucrativos a utilizar soluções digitais de marketing e gestão, para esbater o défice existente no uso de ferramentas tecnológicas.

O projecto, coordenado pelo economista Carlos Cerqueira naquele centro de transferência de saberes da Universidade de Coimbra, começou agora a ser divulgado através de acções de formação em organizações colectivas representativas dessas instituições, nomeadamente em sedes de federações, confederações ou misericórdias, entre outras.

Até ao final do ano, o projecto, de que é a expressão mais visível no manual "D3 - soluções digitais de marketing e gestão para organizações sem fins lucrativos", será divulgado através de acções de formação para técnicos dessas instituições e de empresas que lhes prestam assessoria técnica.

Concebido entre 2005 e 2007, o "Projecto D3" foi financiado pelo programa "Equal" e foi pensado para as denominadas "organizações do 3º sector": saúde, serviços e equipamentos sociais, assistência a grupos desfavorecidos, protecção ambiental e patrimonial, desenvolvimento territorial e apoio a empresas e empreendedorismo.

"As tecnologias de informação e comunicação (TIC) são fundamentais se querem atingir os seus objectivos", disse à agência Lusa Carlos Cerqueira, salientando que nestas organizações "existe ainda um grande défice tecnológico".

Segundo o coordenador do projecto, "há muito a fazer", pois entre as "organizações do terceiro sector" ainda é baixo o número daquelas que possuem uma página na Internet e poucas são as que as actualizam regularmente.

O manual contém conceitos base de marketing, gestão documental e de projectos, indicações sobre software de uso livre, para apoio nas acções de marketing, divulgação e gestão, e dá informações práticas de como fazer a gestão de conteúdos (Internet e páginas web, blogues), comunicação (e-mail, newsletter, RSS, podcasts), gestão de projectos e gestão documental.

Segundo Carlos Cerqueira, o manual estimula à auto-análise da organização sobre qual é a sua missão, para conhecer onde quer chegar, que mensagem quer transmitir e que ferramentas devem ser utilizadas.

Se as organizações já tiverem no seu seio um funcionário familiarizado com as tecnologias da informação e comunicação poderá implementá-las, dada a forma simples como está estruturado o manual, explicou.

Nele é indicado o software de utilização gratuita a que as organizações podem recorrer, e na própria página do "Projecto D3" os podem descarregar, para ser mais fácil o acesso a esses programas.

O manual é também disponibilizado de forma gratuita às organizações, descarregando-o directamente, em formato electrónico, em http://d3.ipn.pt/.

A ideia de desenvolver um projecto desta natureza teve em conta as necessidades verificadas nessas organizações sem fins lucrativos, pelo peso significativo que têm na economia portuguesa, na geração de receitas, pelo emprego que oferecem e pelos fins sociais que perseguem, explicou Carlos Cerqueira.

Carlos Cerqueira, economista, coordenou uma equipa que integra ainda Alcides Marques (para a área de Sistemas de Gestão Documental), Madalena Abreu (Marketing para o 3º Sector - Como elaborar um Plano de comunicação organizacional?), Paulo Gafanha (Sistemas de Gestão de Conteúdos - Desenvolvimento de plano de divulgação através das TIC) e Vasco Pereira (Gestão de projectos e tarefas/Criação de procedimentos de fluxo de informação interna).

Em acções de divulgação e formação até ao final do corrente ano, esta equipa tem já agendadas sessões em sedes de organizações colectivas no Porto, Vila Real, Coimbra, Lisboa e Algarve.

O Instituto Pedro Nunes (IPN) é uma associação para a inovação em ciência e tecnologia liderada pela Universidade de Coimbra, tendo como associados empresas, instituições de investigação, organizações representativas do empresariado, institutos públicos e núcleos empresariais. Possui uma incubadora de empresas, para facilitar a transferência de soluções tecnológicas.

Fonte: Lusa
 
Inserido em 15-05-2008
Temas relacionados <Geral>  <Notas de Imprensa