Painel Principal  :  Notícias (Histórico)  :  Sistema de Progra...
Notícias - Histórico
 
  Aceleradora   Bolsas & Empregos IPN   Formação  
  Geral   Incentivos   Incubadora   Laboratórios de I&DT   Notas de Imprensa   Prémios   Transf. Tecnologia e PI  
 
Sistema de Programação Genética desenvolvido na FCTUC revoluciona o Estado da Arte
 
Imagine um especialista artificial integrado numa máquina fotográfica digital fornecendo todas as orientações técnicas para conseguir a imagem perfeita? E se lhe disser que pode recorrer a um “Crítico de Arte Artificial” para avaliar obras de arte? Gostaria de conhecer um “Artista Artificial” que já expôs os seus trabalhos em países como os Estados Unidos da América, Espanha, Rússia e Hungria, entre outros? A Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC) apresenta o NEvAr (Neuro Evolutionary Art).

De acordo com a FCTUC, trata-se de um Sistema de Arte Artificial, apoiado em algoritmos de inspiração biológica (de qualquer organismo vivo), desenvolvido ao longo dos últimos 10 anos, por um grupo de investigadores do Laboratório da Inteligência Artificial do Departamento de Engenharia Informática (DEI), em parceria com cientistas da Universidade da Corunha, Espanha.

O NEvAr inspira-se na criatividade dos sistemas naturais, nomeadamente dos processos evolutivos, e tem como ingredientes fundamentais: material genético que codifica parcialmente as características dos indivíduos; operadores genéticos que permitam a recombinação do material genético dos progenitores e a introdução de alterações aleatórias (mutações); uma função de mapeamento que transforme o material genético num indivíduo e uma função de aptidão que influencie as probabilidades de sobrevivência e reprodução dos indivíduos.

No NEvAr, os indivíduos são imagens e o código genético de cada indivíduo é um programa. Desta forma, recorrendo a Programação Genética – uma técnica que permite criar programas para fins específicos a partir de uma sopa primordial de código aleatório, o NEvAr evolui populações de imagens aperfeiçoando-as e optimizando-as de forma a criar obras estéticas inovadoras.

De acordo com o Coordenador do NEvAr, Prof. Doutor Penousal Machado, “este sistema é uma poderosa ferramenta de apoio à criatividade e tem inúmeras aplicações estéticas e artísticas, tais como: a produção de diferentes estilos de imagem, ferramenta de apoio a museus virtuais, autenticação de obras de arte, etc. Estamos a democratizar a produção artística. Na medida em que a Vida Artificial simula os Processos Naturais, a própria beleza artística da natureza pode ser produzida com fidelidade pelos meios artificiais”.

Este Sistema de Programação Genética possui três modos de funcionamento: interactivo, semi-autónomo e autónomo. No modo interactivo a evolução é guiada pelo utilizador, assumindo-se neste caso como uma ferramenta de apoio à criatividade. Trata-se de criatividade assistida por computador. No modo Semi-automático, a obra de arte surge da interacção entre o utilizador e o computador e, quando autónomo, o NEvAr recorre a uma rede neuronal artificial para efectuar juízos estéticos e artísticos, evoluindo para imagens inovadoras, ou seja, temos um artista artificial (uma aplicação de computador capaz de gerar obras de arte).

Agora, os investigadores estão a treinar as redes neuronais artificiais do NEvAr para distinguirem entre um conjunto inspirador constituído por imagens de artistas famosos e um conjunto de imagens indesejáveis. É um treinamento de elevada complexidade, envolvendo milhares de obras de arte e imagens fortuitas, tendo por objectivo refinar a rede neuronal para que o sistema, que tem uma extrema preocupação com a estética, aprenda a formular juízos que lhe permitam aproximar-se gradualmente do referencial estético fornecido pelo conjunto inspirador.

Reconhecendo que a Criatividade Evolucionária é “uma área ainda pouco explorada”, o investigador da FCTUC considera que “o estudo da criatividade computacional é uma ajuda preciosa para entender a criatividade humana”.

Pode ter acesso a mais informação e imagens do NevAr nos seguintes endereços: http://eden.dei.uc.pt/~machado; http://art-artificial-evolution.dei.uc.pt/

Fonte: CiênciaPT
 
Inserido em 10-03-2008
Temas relacionados <Geral