Painel Principal  :  Notícias  :  Projeto europeu v...
Notícias
 
  Aceleradora  
  Bolsas & Empregos IPN   Geral   Incubadora   Laboratórios de I&DT   Notas de Imprensa   Prémios   Transf. Tecnologia e PI  
 
Projeto europeu vai a Terras de Sicó promover vida saudável
 


Iniciativa coordenada pelo Instituto Pedro Nunes e pela Universidade de Coimbra vai avaliar gratuitamente o estilo de vida de comunidades isoladas e envelhecidas com dificuldade no acesso à inovação e serviços personalizados de aconselhamento em saúde e bem-estar.

Entre 4 e 22 de setembro, a carrinha Vida+ Móvel vai percorrer a região das Terras de Sicó, nos distritos de Coimbra e Leiria, para promover hábitos de vida saudáveis em zonas isoladas e envelhecidas. É uma iniciativa do projeto europeu HeaLIQs4Cities e o objetivo passa por avaliar o estilo de vida das pessoas e sensibilizar para a importância de um envelhecimento ativo e saudável.

Coordenado pelo Instituto Pedro Nunes (IPN), pela Universidade de Coimbra (UC) e pelo Centro Médico e Universitário de Groningen (Holanda), o HeaLIQs4Cities (Healthy Lifestyle Innovation Quarters for Cities and Citizens) é um projeto apoiado pela Comissão Europeia e pelo Instituto Europeu de Inovação e Tecnologia (EIT) que pretende promover estilos de vida saudáveis, envolvendo cidadãos, universidades, empresas e governos locais.

A carrinha Vida+ Móvel vai, pela primeira vez, proporcionar um serviço de proximidade na promoção da saúde e prevenção da doença junto de comunidades com uma população mais isolada e idosa. No itinerário da primeira semana da iniciativa, estão incluídas as localidades de Degracias (Soure) a 4 de setembro, Casais de S. Jorge (Soure) a 5 de setembro, Poios (Pombal) a 6 de setembro e Alvaiázare (Leiria) a 7 e 8 de setembro.

Quem visitar a carrinha Vida+ Móvel começa por responder a um questionário de avaliação do estilo de vida - desenvolvido por uma equipa multidisciplinar da UC - e avaliar gratuitamente alguns parâmetros fisiológicos do corpo, como peso, equilíbrio, pressão arterial, função pulmonar, frequência cardíaca, tempo de reação e flexibilidade.

Para lá do relatório que cada participante receberá dessa avaliação, será efetuado um acompanhamento personalizado, através de recomendações sobre hábitos saudáveis e estratégias para um envelhecimento mais ativo e saudável. A importância de alimentação equilibrada, exercício físico regular, sono de qualidade e interação social serão as vertentes exploradas para que o cidadão entenda a importância de diminuir fatores de risco associados a doenças de carácter degenerativo, metabólico, inflamatório e vascular, que podem ser prevenidas, e até mesmo atenuadas, com a adoção de um bom estilo de vida.

O Vida+ Móvel “é um veículo de comunicação dos centros de produção de conhecimento e de inovação tecnológica com os cidadãos que vivem em comunidades mais isoladas e com dificuldade no acesso à inovação e a serviços personalizados de aconselhamento em saúde e bem-estar”, refere João Malva, coordenador do projeto na UC. “Ao diagnosticar desajustes no estilo de vida, o Vida+ Móvel fornece sinais de alerta e recomendações personalizadas que ajudam os utentes a modificar os seus comportamentos ou sinalizar os seus cuidadores no sentido de os alertar para os sinais de risco”, acrescenta.

Espera-se, ainda, que o Vida+ Móvel contribua para que os cidadãos identifiquem aspetos que gostariam de mudar nas suas localidades para terem uma melhor qualidade de vida.

Na edição de 2018, o projeto HeaLIQs4Cities organizou o evento Praça Vida+ no Alma Shopping, em Coimbra. Esta iniciativa foi vencedora do concurso promovido pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), na categoria Conhecimento+ e foi ainda reconhecida pelo Instituto Europeu de Inovação e Tecnologia como uma das 35 histórias de sucesso do EIT Health em 2018.
 
Inserido em 29-08-2019
Temas relacionados <Geral>  <Laboratórios de I&DT>  <Notas de Imprensa