Painel Principal  :  Notícias (Histórico)  :  Quer andar de car...
Notícias - Histórico
 
  Aceleradora   Bolsas & Empregos IPN   Formação  
  Geral   Incentivos   Incubadora   Laboratórios de I&DT   Notas de Imprensa   Prémios   Transf. Tecnologia e PI  
 
Quer andar de carro sem condutor?
 
Cinco veículos sem condutor transportam quarta e quinta-feira cidadãos em Coimbra que queiram deslocar-se entre a Praça da República e a Universidade, a demonstrar ser este um meio de transporte complementar num futuro próximo, escreve a Lusa.

A ideia é transportar pessoas que deixam os transportes públicos na Praça da República e que se querem dirigir para a zona da Universidade, apresentando-se estes veículos automatizados como complemento aos transportes de massas, explicou um dos dinamizadores do projecto, António Cunha.

Os cinco veículos vão proceder ao transporte de passageiros nos dois sentidos. Na quarta-feira (19/12/07) estarão em actividade entre as 14h30 e as 17h30. Na quinta-feira (20/12/07) além de igual período durante a tarde circularão ainda entre as 9h30 e as 12h30.

«Temos estado a instrumentar os veículos ao nível da inteligência adequada», referiu António Cunha, director executivo do Laboratório de Automática e Sistemas, do Instituto Pedro Nunes (IPN), de Coimbra, onde o projecto tem sido desenvolvido.

O CyberCar, assim denominado, já foi utilizado em diversas demonstrações no transporte de pessoas, no aeroporto de Faro, em ambiente urbano na Covilhã, Penela e Coimbra, e no Hospital Rovisco Pais (Tocha, Cantanhede) no último Verão.

As virtualidades da sua utilização imediata foram reconhecidas ao ponto de se prever para meados de 2008 a entrada em funcionamento de um veículo completamente automatizado para transporte de doentes.

Em relação aos veículos utilizados em demonstrações anteriores, os que entrarão em acção quarta e quinta-feira em Coimbra disporão de tecnologia que permitirá a um cidadão chama-los através de um simples PDA.

«Acedendo a uma página Internet poderá visionar-se o circuito e basta clicar na paragem pretendida» para que o veículo vá à procura da pessoa que pretende ser transportada, explicou António Cunha.

Para os cidadãos de Coimbra circular em automóvel sem condutor, comandando-o como se de um elevador horizontal se tratasse, não representará uma participação em cena de filme de antecipação, mas uma realidade a experimentar durante dois dias.

fonte: http://www.portugaldiario.iol.pt/noticia.php?id=894240&div_id=291
 
Inserido em 19-12-2007
Temas relacionados <Geral>  <Notas de Imprensa