Painel Principal  :  Notícias (Histórico)  :  1,5 milhões de eu...
Notícias - Histórico
 
  Aceleradora   Bolsas & Empregos IPN   Formação  
  Geral   Incentivos   Incubadora   Laboratórios de I&DT   Notas de Imprensa   Prémios   Transf. Tecnologia e PI  
 
1,5 milhões de euros para acelerar a indústria da microeletrónica
 
 

O Instituto Pedro Nunes desafia as empresas portuguesas a candidatarem-se à primeira call do projeto europeu DIATOMIC Digital Innovation Hubs que tem 1,5 milhões de euros para impulsionar a indústria da microeletrónica europeia. O objetivo do projeto é acelerar o desenvolvimento de produtos e serviços inovadores baseados em sistemas eletrónicos e inteligentes aplicados aos setores da saúde, agroalimentar ou indústria.

“Nos mercados competitivos e de rápida evolução, o sucesso a longo prazo de produtos de maior valor agregado com ‘digital inside’ requer, na maioria das vezes, recursos que geralmente estão fora do alcance das PMEs e das Mid-Caps. Portanto, o DIATOMIC fornecerá as ferramentas certas para tornar simples, atingível e eficaz a experimentação com microeletrónica avançada e com tecnologias inteligentes de integração de sistemas”, refere Raimund Bröchler, coordenador do DIATOMIC.

Podem candidatar-se a um financiamento de até 200 mil euros pequenos consórcios (2-3 parceiros) de países elegíveis do Horizonte 2020 até ao dia 15 de junho, em https://www.f6s.com/diatomic. Após um processo de seleção e avaliação, os candidatos terão acesso a um banco de testes de tecnologia, suporte na criação de negócios e apoio no desenvolvimento e prototipagem de produtos e serviços direcionados para o mercado.

O DIATOMIC é um projeto de três anos financiado pelo Horizonte 2020, do qual o IPN é parceiro, através do Laboratório de Automática e Sistemas (LAS). É uma iniciativa da Smart Anything Everywhere (SAE) e reúne centros de investigação e desenvolvimento tecnológico (Fraunhofer IPA, Instituto Pedro Nunes e BioSense), centros de competência (INTRASOFT Intl, Libellium e Synelixis), consultoria em inovação (InoSens), comunidade de PME (F6S) e investidores (FastTrack).

 
Inserido em 03-05-2018
Temas relacionados <Geral>  <Laboratórios de I&DT>  <Notas de Imprensa