Instituto Pedro Nunes
IPN     IPN Incubadora
O futuro do setor espacial português foi discutido em Coimbra
Geral
Notas de Imprensa
 
Manuel Heitor, Ministro da Ciência e Tecnologia, e Johann-Dietrich Woerner, Diretor-Geral da Agência Espacial Europeia (ESA), estiveram no evento de celebração do 4.º aniversário da incubadora espacial portuguesa, que é coordenada pelo Instituto Pedro Nunes. Iniciativa mostrou as mais recentes aplicações de tecnologia espacial na Terra, apresentou novas startups e discutiu o futuro do setor espacial em Portugal.

Realizou-se nos dias 20 e 21 de dezembro, no Instituto Pedro Nunes, o evento “Portugal Space 2030: Planning the future @ ESA Space Solutions Portugal Anniversary” que assinalou o 4.º aniversário da incubadora espacial portuguesa - ESA BIC Portugal. Foi uma iniciativa organizada em colaboração com a Ciência Viva e o Gabinete do Espaço da Fundação para a Ciência e a Tecnologia.

No dia 20, quinta-feira, foram apresentadas sete novas startups incubadas na ESA BIC Portugal e inaugurada uma exposição que deu a conhecer produtos e protótipos funcionais com aplicação terrestre desenvolvidos com tecnologia espacial.


Os números de balanço de quatro anos de atividade da ESA BIC Portugal foram divulgados durante o evento. São 22 as empresas que estão a aplicar tecnologia do Espaço nos seus negócios com uma capacidade de exportação de 56% e um retorno anual de 1,3 milhões de euros em 2017.

Carlos Cerqueira, Diretor de Inovação do IPN e coordenador da ESA BIC Portugal, frisa que “Portugal tem um número cada vez maior de empresas a querer utilizar tecnologia do espaço para negócios na Terra, em áreas como a agricultura, pesca, clima, transportes, desporto ou saúde”. Este responsável destaca ainda que “Portugal é para a ESA um caso de sucesso, com empresas que já estão a fazer negócio com clientes e a criar postos de trabalho”.


O segundo dia do encontro teve como objetivo discutir o futuro do setor espacial português e começou com as intervenções de Teresa Mendes, Presidente da Direção do Instituto Pedro Nunes, Manuel Heitor, Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, e Gui Menezes, Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia dos Açores.



Durante a manhã, teve destaque o tema da plataforma de lançamento de satélites nos Açores – Atlantic International Satellite Launch Programme, numa sessão conduzida por Luís Santos, coordenador da Estrutura de Missão dos Açores para o Espaço.


A sessão contou ainda com as intervenções de Manuel Heitor, Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, e de Johann-Dietrich Woerner, Diretor-Geral da ESA, que discursou sobre as novas oportunidades no Espaço 4.0.



O projeto Space Rider, que deverá aterrar nos Açores, foi outro tema marcante. Pelas suas condições de microgravidade, este projeto pode trazer muitas oportunidades de investigação nas áreas da saúde e farmacêutica.

O evento terminou com painel dedicado à análise de futuros mercados terrestres potenciados por dados de Observação da Terra.

A ESA BIC Portugal é coordenada pelo Instituto Pedro Nunes e tem polos no Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto e na agência DNA Cascais. É um dos 20 centros de incubação da Agência Espacial Europeia a nível europeu, onde são apoiadas startups que transfiram tecnologia espacial para setores terrestres, mas também novas empresas que pretendam entrar no mercado espacial comercial, no chamado New Space.
 

Data

21 de Dezembro de 2018