Instituto Pedro Nunes
IPN     IPN Incubadora
IPN no projeto ReMAP
Geral
Laboratórios de I&DT
Notas de Imprensa
 


O IPN, através do Laboratório de Informática e Sistemas, vai participar no projeto H2020 - ReMAP - Real-time Condition-based Maintenance for Adaptive Aircraft Maintenance Planning, recentemente aprovado pela Comissão Europeia.

O ReMAP pretende transformar radicalmente o paradigma da manutenção dos aviões, com significativo aumento de segurança e ganhos económicos. Para tornar a manutenção nas grandes companhias aéreas mais segura e com menores tempos de imobilização das aeronaves, o consórcio vai desenvolver um sistema tecnológico inovador baseado em Inteligência Artificial, conjugando algoritmos inteligentes capazes de processar enormes volumes de dados em tempo real, machine learning (aprendizagem de máquina), redes neuronais (inspiradas no funcionamento do cérebro) e uma plataforma informática de integração e computação na nuvem.

Esta solução inovadora, que será testada em meia centena de aviões da frota da KLM (20 aviões Boeing-787 e 30 Embraer 190), irá permitir, num futuro próximo, "ter uma manutenção preditiva, ou seja, a manutenção de aeronaves, que atualmente é feita com base em intervalos de tempo ou de utilização fixos, passa a ser efetuada com base no estado real dos componentes relativamente ao seu ciclo de vida, determinando o momento certo para a sua substituição", explicam os coordenadores da equipa portuguesa, Carlos Lisboa Bento, Bernardete Ribeiro e Paulo Rupino da Cunha.

O consórcio do projeto, liderado pela TUDelft, junta 13 parceiros de 7 países, entre os quais se encontram grandes nomes da aeronáutica a nível mundial como a KLM, Embraer Portugal ou ONERA. Do lado português, participam também, a Universidade de Coimbra e a Optimal Structural Solutions.

Este projeto vai trazer para Portugal um investimento de 1.3M€ através do financiamento do desenvolvimento desta solução pelo Instituto Pedro Nunes, Universidade de Coimbra, Embraer Portugal e Optimal Structural Solutions.
O ReMAP obteve uma pontuação excecionalmente alta da parte dos avaliadores da Comissão Europeia, um resultado muito pouco comum no programa Horizonte 2020 de apoio à investigação europeia. Trata-se de um programa altamente competitivo a que só as melhores instituições de investigação e valorização de conhecimento conseguem ter acesso.

Por outro lado, este projeto intensifica a cooperação entre a Universidade de Coimbra e o IPN, reforçando a complementaridade entre as duas instituições em atividades de investigação fundamental, desenvolvimento tecnológico, transferência de tecnologia e valorização de conhecimento.

Data

14 de Fevereiro de 2018